Paróquia Santo Antônio - Itapira - Diocese de Amparo
 
 

DESTAQUES

PESQUISAR

Digite a palavra ou frase de seu interesse:

DESTAQUES

FOTOS EM DESTAQUE

 

Pastoral do Dízimo:

Imagem
A Pastoral do Dízimo tem como missão:
- Conscientizar o paroquiano sobre sua responsabilidade com a comunidade da qual faz parte;
- Conscientizar os fiéis sobre a dimensão bíblica, teológica, e espiritual do dízimo;
- Testemunhar a alegria de uma vida agradecida a Deus, através da oferta mensal do dízimo.

Atividades:
Plantões em todas as missas de sábado e domingo na igreja Matriz de Santo Antônio.

Coordenador:
Edson Luis da Silva
Suplente:
Bruna Odila Marcati


Foto da Pastoral do Dízimo – Agosto 2018

História da Pastoral do Dízimo da Paróquia de Santo Antônio de Itapira

A Pastoral do Dízimo foi implantada na Paróquia de Santo Antônio no mês de maio do ano de 2004, após um grupo de leigos da paróquia ter participado de um trabalho de formação e evangelização realizado pelo “MEAC” - Missionários para a Evangelização e Animação de Comunidades (https://meac.com.br), as palestras de formação e evangelização a respeito do dízimo foram ministradas pelo Sr. Arthur Jorge e realizadas na própria igreja de Santo Antônio. Na ocasião das palestras e formação sobre como implantar o dízimo na comunidade, o convite foi aberto a vários leigos e neste momento já ia surgindo o primeiro grupo de pessoas que viria a compor a futura pastoral
Em junho do mesmo ano foram cadastrados os primeiros 63 (sessenta e três) dizimistas de nossa paróquia, que se inscreveram como colaboradores e participantes da nova ação evangelizadora. No mês seguinte, julho de 2004, somava-se 89 dizimistas e em agosto do mesmo ano 108 dizimistas já estavam cadastrados. A arrecadação no primeiro mês, ou seja, junho, foi exatamente R$ 1.516,00 e , nos meses seguintes a contribuição já se somava a R$ 2.345,00 em julho e R$ 2.819,00 em agosto.
A implantação da Pastoral do Dízimo teve todo apoio e incentivo do Pe. Pedro Maia Pastana, que na época era pároco da nossa querida Paróquia de Santo Antônio. O primeiro coordenador da nova Pastoral foi o Pe. Cândido Eduardo da Costa , que era vigário paroquial naquele momento. Ainda no ano de 2004 foi nomeado pelo Pe. Pedro Maia Pastana um novo coordenador, o Sr. José Antônio Valverde, que com dedicação e comprometimento acompanhou todo o processo da implantação da Pastoral, e até hoje é um dos membros bastante ativo e colaborativo. Também naquele momento, a Pastoral teve como seus primeiros integrantes/ agentes o sr. Sebastião Avena e sua esposa Cidinha, Flávio Donati e Madalena, Toninho “Patinho” e Fátima, Marcos e Claudete, João Brunialti e Maria Aparecida Brunialti, José Antônio Valverde e Heloisa Donati Valverde. Desde o seu início e até hoje, a Pastoral contou também com outros coordenadores e vice coordenadores: José Benedito Machado como vice coordenador do José Antônio Valverde que ficou na coordenação da Pastoral até o ano de 2012; de 2013 a 2017 teve como coordenador José Antônio Modesto e Edson Luis da Silva como vice coordenador. Em 2018 passou a ser coordenada por Edson Luis da Silva tendo como vice coordenadora Bruna Odila Marcatti.
As primeiras formas de divulgação da nova Pastoral foram através de cartazes em cartolina feita por seus próprios agentes. Os cartazes eram fixados nas portas da igreja para incentivar o cadastramento de novos dizimistas e anunciar a importância e significado da ação dizimista. No mês de junho, mês este considerado aniversário do dízimo, criou-se o hábito de confeccionar faixas com mensagens e reflexões sobre o dízimo que eram colocadas na igreja com a intenção de compartilhar a importância da ação dizimista, da Pastoral e também como forma agradecer aos fiéis.
No início as contribuições eram realizadas através de carnê emitido para cada um que manifestasse o desejo de ser dizimista. O sistema de carnê se estendeu até o ano 2012. Em 2013 já com o pároco Pe. Edson Luiz Andretta foi implantado o sistema de contribuição por envelopes. Cada dizimista possui um número de cadastro e recebe anualmente um envelope no seu nome e número. No interior deste envelope já se encontram os 12 envelopes (um para cada mês) que são depositados na urna pelo próprio dizimista. Este sistema é aplicado até os dias de hoje, tendo tido grande aceitabilidade pelos nossos dizimistas.
A Pastoral também realiza atendimento através de plantões em todas as missas da matriz aos finais de semana. É o momento onde o dizimista deposita na urna a sua contribuição, esclarece suas dúvidas e também onde se realiza os cadastros de novos dizimistas.
As principais razões da implantação do dízimo na Paróquia de Santo Antônio, teve e têm como meta principal, despertar a consciência e a corresponsabilidade de cada fiel pela sua Diocese, por meio de sua Paróquia ou Comunidade, tornando-se sinal de unidade, gratidão, doação e serviço a Deus e à Igreja, descobrindo as três grandes dimensões do dízimo:
A dimensão religiosa: prover a paróquia dos recursos necessários para o bom atendimento à comunidade, à manutenção do templo “igreja”, limpeza, salários dos funcionários e do padre, materiais e folhetos utilizados nas missas, custos com os encargos sociais, pagamentos de contas de energia e luz, água, telefone, e repasses para a cúria, entre outras.
A dimensão missionária: prover de recursos as pastorais encarregadas da evangelização, tais como, do batismo, da eucaristia, da crisma, dos noivos, compromissos com a formação de novos seminaristas, ou seja, atender ao que Cristo determinou: levar o evangelho a todos os povos.
A dimensão social: atender aos mais carentes através das pastorais sociais, vicentinos, educandário, etc.
Hoje contamos com 377 dizimistas cadastrados, com uma arrecadação mensal média de 10 vezes mais que a inicial onde oscila mensalmente de 245 à 260 pessoas fiéis contribuintes do dízimo. Mesmo tendo um significativo aumento na quantidade de dizimistas cadastrados e na arrecadação mensal, só conseguimos atingir parcialmente todas essas dimensões. Nestes 14 anos de existência, todos os meses a Pastoral presta conta de suas atividades e da contribuição dos fiéis, sempre com transparência, honestidade e dedicação.
No primeiro final de semana de cada mês, temos uma celebração especial em todas as missas, neste dia a missa é intencionada especialmente a todos os dizimistas de nossa comunidade, em especial aos aniversariantes do mês, neste dia também aproveitamos o momento para uma conscientização sobre o dízimo através da leitura de uma mensagem escrita e lida pelos agentes da própria pastoral. Os aniversariantes também recebem uma carta via correio com mensagem de gratidão e felicitações pelo seu aniversário. Além desta missa especial, a Pastoral do Dízimo também realiza homenagens para no dia das mães, dia dos pais e das crianças. Nestas missas, também especiais, é entregue uma pequena lembrança que também é pensada e muitas vezes elaborada pelos próprios membros da Pastoral.
Finalizando a História da Pastoral do Dízimo, é importante destacar ainda o verdadeiro significado do dízimo, “o dízimo é partilhar os bens que Deus nos deu, pois tudo é Dele. É separar para nós o que precisamos para viver e ter uma vida digna e devolver a Ele uma pequena parte.
Deus não se importa que fiquemos com a parte maior, pois Ele nos deu, mas certamente fica contente com nosso reconhecimento devolvendo o dízimo para que sua obra seja continuada”.

Texto escrito por Edson Luis da Silva e Vânia Moraes da Silva através da fonte e informações especialmente fornecidas por José Antônio Valverde e Manual da Pastoral do Dízimo – Diocese de Amparo/SP por Dom Pedro Carlos Cipolini e Pe. Donizetti de Faria.
 
 

DESTAQUES

Topo Direita

CADASTRAR-SE

Cadastre seu e-mail para receber atualizações do nosso site:

DESTAQUES

VÍDEO EM DESTAQUE