Paróquia Santo Antônio - Itapira - Diocese de Amparo
 
 

DESTAQUES

PESQUISAR

Digite a palavra ou frase de seu interesse:

DESTAQUES

FOTOS EM DESTAQUE

 

Crisma - A Confirmação do Batismo:

Imagem
Definição:
Segundo a doutrina da Igreja Católica a Crisma ou a Confirmação é um sacramento da Igreja Católica em que o fiel recebe através da ação do bispo uma unção com o Crisma (óleo).

Iniciação:
O Crisma, juntamente com o Batismo e a Eucaristia, são considerados pela Igreja Católica como sendo os "sacramentos da iniciação cristã". A imposição das mãos é reconhecida pela tradição católica como a origem do sacramento da Confirmação.

Efeitos:
A Igreja afirma que a celebração deste sacramento resulta a efusão especial do Espírito Santo, como outorgado antigamente aos apóstolos por ocasião do Pentecostes, o aprofundamento e crescimento da graça batismal e do sentido da filiação divina, une o crismando mais solidamente a Cristo, aumenta os dons do Espírito Santo, torna mais perfeita a sua vinculação com a Igreja e concede uma especial graça para testemunhar a fé. A doutrina sobre este sacramento afirma que ele imprime "caráter", como que se deixasse na alma um selo ou marca indelével que vincula o crismando como se fosse uma "propriedade" de Cristo. Este evento normalmente é realizado após os 15 anos de idade, sendo esta considerada a Idade da Razão.

Missão:
O Crismando confirma seu batizado reafirmando sua fé em Cristo, sendo ungido durante a cerimônia, recebendo os sete dons do Espírito Santo. A unção é feita pelo Bispo ou padre autorizado, com óleo abençoado na quinta-feira da Semana Santa.
É um sacramento instituído para dar oportunidade a uma pessoa - que foi batizada por decisão alheia e que tem, perante a Igreja, compromissos assumidos por outras pessoas em seu nome diante da pia batismal – de confirmar o desejo de ser membro da família cristã dentro da Igreja Católica e de reafirmar aqueles compromissos, depois de atingir a “idade da razão”.
Simplificadamente, a cerimônia consiste na renovação das “promessas do batismo”, mediante perguntas do Bispo, que em geral a preside, feitas em voz alta e do mesmo modo respondidas pelo crismando perante a comunidade.
Como o batismo, o Crisma também imprime caráter, podendo ser ministrado apenas uma vez a cada pessoa.
Por ser um ato de afirmação de compromissos, a pessoa pode jamais receber o crisma ou, indo participar da cerimônia, deixar de confirmar esses compromissos.
De qualquer modo, quem não foi crismado ou quem se recusou a renovar os compromissos do batismo, pode fazê-lo em qualquer tempo.
O Crisma é, portanto, um sacramento dependente, complementar ao batismo, já que não tem qualquer significação se ministrado a quem não tenha sido batizado.

Rito da Crisma:
O rito da confirmação compreende 5 etapas:

1- Apresentação do crismando, mostrando sua importância;
2- Explicação do Sacramento e missão dos Crismandos;
3- Renovação das promessas, feitas pelos pais e padrinhos, do Batismo;
4- Invocação do Espírito Santo através da imposição das mãos
5- O crismando recebe a unção com o óleo do crisma, recebendo assim o dom do Espírito Santo.

Como padrinho ou madrinha deve se escolher um cristão atuante e coerente com aquilo que a Igreja professa.

Os dons do Espírito Santo que recebemos na Confirmação são sete:
1. Sabedoria;
2. Entendimento;
3. Conselho;
4. Fortaleza;
5. Ciência;
6. Piedade;
7. Temor de Deus.

Os frutos do Espírito Santo são:
1. Caridade,
2. Gozo,
3. Paz,
4. Paciência,
5. Benignidade.
 
Comentários: Seja o(a) primeiro(a) a deixar um comentário!
Imprimir
 
 
 

DESTAQUES

Topo Direita

CADASTRAR-SE

Cadastre seu e-mail para receber atualizações do nosso site:

DESTAQUES

VÍDEO EM DESTAQUE