Paróquia Santo Antônio - Itapira - Diocese de Amparo
 
 

DESTAQUES

PESQUISAR

Digite a palavra ou frase de seu interesse:

DESTAQUES

FOTOS EM DESTAQUE

 

A Virgem Maria e o derramamento do Espírito:

Imagem
“Todos eles perseveravam na oração em comum, junto com algumas mulheres — entre elas, Maria, mãe de Jesus — e com os irmãos dele” (At 1, 14).

Depois da morte e ressurreição de Jesus, Maria permaneceu com os discípulos para confirmá-los na fé. Pois, eles estavam assustados com a perseguição por parte dos judeus e dos romanos. Além disso, estavam decepcionados consigo mesmos, pois abandonaram o Mestre quando este foi preso pelos soldados romanos. Jesus foi flagelado, crucificado e morto, sem que nenhum deles reagisse contra a situação. Pedro, que foi constituído o primeiro deles, negou o Senhor três vezes (cf. Lc 22, 61).

A esta altura você deve estar se perguntando: qual foi a importância de Maria neste acontecimento fundante que foi o Pentecostes?

Maria foi quem confirmou a fé dos discípulos no momento que estes mais precisavam, pois eles estavam desolados, tristes, desanimados, sem compreender a situação e o que aconteceria com eles. Ela permaneceu com eles em Jerusalém, pois esta foi a ordem de Jesus aos discípulos. Estavam unidos em oração até que fossem revestidos da força do alto (cf. Lc 24, 49).

A Virgem Maria foi aquela que esteve presente nos três eventos mais significativos da história da salvação: na Encarnação do Verbo, no Mistério Pascal de Cristo e no Pentecostes. Ela, que é a mulher cheia de graça (cf. Lc 1, 28), estava reunida com os Apóstolos no cenáculo, em Jerusalém, quando aconteceu o derramamento do Espírito Santo.

O Espírito repousou sobre eles, como línguas de fogo, e ficaram cheios dos Espírito Santo (cf. At 2, 1-3). Pedro, que havia negado Jesus três vezes, pregava com desassombro, levando a muitos ao arrependimento e à conversão de vida. Estes eram batizados e recebiam também o dom do Espírito Santo.

Maria é esta presença silenciosa, que está presente nos momentos decisivos de nossa vida. Com ela, somos chamados a perseverar na oração e, principalmente neste tempo que antecede a Solenidade de Pentecostes, somos chamados à conversão e a clamar o dom do Espírito Santo. Pois, como Pedro, precisamos da força do alto para sermos fiéis à missão que o Senhor nos confiou, em nossas famílias, em nossos trabalhos, em nossas comunidades. Estejamos unidos à Virgem Maria em oração e peçamos o Espírito Santo, para que sejamos fiéis a Cristo e a Igreja.
Blog da Canção Nova
 
Comentários: Seja o(a) primeiro(a) a deixar um comentário!
Imprimir
 
 
 

DESTAQUES

Topo Direita

CADASTRAR-SE

Cadastre seu e-mail para receber atualizações do nosso site:

DESTAQUES

VÍDEO EM DESTAQUE