Paróquia Santo Antônio - Itapira - Diocese de Amparo
 
 

DESTAQUES

PESQUISAR

Digite a palavra ou frase de seu interesse:

DESTAQUES

FOTOS EM DESTAQUE

 

Milagres de Jesus:

Imagem
Definição
Para santo Tomas de Aquino Doutor Angélico milagre é todo fenômeno superior , diferente ou contrário a natureza criada. Tendo como base esta definição podemos deduzir que somente aquele que nos criou é capaz de realizar no caso Deus.
Os primeiros relatos que temos na Bíblia de milagres são: A criação do mundo e a do homem (Gn 1-2) vamos nos ater um pouco na criação do homem, segundo Gn 2,7 "Então Iahweh modelou o homem com a argila do Solo(Adam, Adão), inflou em suas narinas um hálito(Nefesh, Ruah) de vida e o homem se tornou um ser vivente" fomos modelados e depois recebemos de Deus o sopro da vida (Alma - aquilo que anima) pensando na natureza da argila ela é incapaz de criar vida por conta própria, muito menos com a complexidade do ser humano, mas Deus que é superior a toda natureza é capaz "Para Deus, com efeito, nada é impossível" (Lc 2,37).
Somente duas religiões tem milagres comprovados o Judaísmo ate o Ano 30 d.C e o cristianismo(Catolicismo) a partir desta data, na Santa Igreja Católica o milagre é Fundamental para a inscrição de um candidato para cânon dos Santos é necessário que seja comprovado, um milagre para ser proclamado Beato e dois para ser proclamado santo, estes milagres são estudados por comissões formadas por médicos, químicos, físicos ,teólogos, parapsicólogos e profissionais de outras áreas do conhecimento na qual o milagre aconteceu, estas são formadas por Católicos, Céticos e por membros de outras denominações religiosas.
Só é considerado milagre, o milagre apologético ( Justificável ), isto é observável e com sinal (marca). O concilio Vaticano I decreta que os milagres são "sinais certíssimos e apropriados a todos os intelectos", isto é deve ser observável ao mais humilde ao mais douto ( instruído ).Em resumo milagres são intervenções diretas de Deus na sua criação, é uma assinatura de Deus.

01) A transformação da água em vinho nas bodas de Caná Jo 2, 1 - 11
02) Jesus escapa de seus inimigos em Nazaré Lc 4, 28 - 30
03) Cura do filho do Governador em Cafarnaum Jo 4, 46 - 54
04) Cura de um possesso em Cafarnaum Mc 1, 23 - 28/Lc 4, 33 - 37
05) Cura da sogra de Pedro Mt 8, 14-15/Mc 1, 29-31/Lc 4, 38-39
06) Milagres de Cafarnaum no sábado à noite Mt 8, 16-17/Mc 1, 32-34/Lc 4, 40-41
07) A primeira pesca miraculosa Lc 5, 1-9
08) Os vários milagres realizados na Galiléia Mt 4, 23-24/Mc 1, 38-39
09) Cura do leproso Mt 8, 1-4/Mc 1, 39-44/Lc 5, 12-14
10) Cura de um homem paralítico Mt 9, 1-8/Mc 2, 1-12/Lc 5, 17-26
11) A cura de um doente na piscina de Betesda Jo 5, 1-9
12) Cura de um homem de mão seca Mt 12, 9-13/Mc 3, 1-5/Lc 6, 6-10
13) Os milagres aos sábados, dias de descanso Mt 12, 14-16/Mc 3, 6-12/Lc 6, 17-19
14) Cura do empregado do Centurião Mt 8, 5-8.13/Lc 7, 1-10
15) Ressurreição do filho da viúva de Naim Lc 7, 11-16
16) Os milagres relatados a João Batista Lc 7, 19-22
17) Cura de um possesso cego e mudo Mt 12, 22-24
18) A primeira tempestade serenada (acalmada) Mt 8, 23-27/Mc 4, 35-40/Lc 8, 22-25
19) Os possessos e os porcos em Gerasa Mt 8, 28-33/Mc 5, 1-15/Lc 8, 26-35
20) Cura da mulher com fluxo de sangue (hemorroíssa) Mt 9, 2-22/Mc 5, 25-34/Lc 8, 43-48
21) A ressurreição da filha de Jairo Mt 9, 18.19.23-26/Mc 5, 21-24.35-43/Lc 8, 40-42.49-56
22) Os milagres em Nazaré Mt 13, 57.58/Mc 6, 4-5
23) Os milagres realizados na Sua terceira viagem pelas cidades e vilas da Galiléia Mt 9, 35
24) Os milagres no deserto perto do lago de Genesaré Mt 14, 13-14/Lc 9, 10-11/Jo 6, 1-2
25) A primeira multiplicação de pães e peixes Mt 14, 14-21/Mc 6, 34-44/Lc 9, 11-17/Jo 6, 3-14
26) A segunda tempestade acalmada Mt 14, 22-23/Mc 6, 45-51/Jo 6, 15-21
27) Os milagres realizados nas terras de Genesaré Mt 14, 34-36/Mc 6, 53-56
28) Cura da filha da mulher de Caná Mt 15, 21-28/Mc 7, 24-30
29) A cura do surdo e mudo Mc 7, 31-37
30) Os milagres realizados na montanha perto do mar de Tiberíades Mt 15, 29-31
31) A segunda multiplicação de pães e peixes Mt 15, 32-38/Mc 8, 1-9
32) O cego de Betsaída Mc 8, 22-26
33) A transfiguração de Cristo Mt 17, 1-9/Mc 9, 1-8/Lc 9, 28-36
34) Cura do menino possuído pelo demônio Mt 17, 14-17/Mc 9, 16-26/Lc 9, 37-44
35) O dinheiro encontrado na boca do peixe Mt 17, 23-26
36) Cura do cego de nascença Jo 9, 1 - 7
37) Os dois homens cegos Mt 9, 27 - 31
38) Cura de um mudo possuído pelo demônio Mt 9, 32-34/Lc 11, 14-15
39) A mulher enfêrma, inválida Lc 13, 10 - 13
40) Cura do homem que sofria de hidropisia Lc 14, 1 - 4
41) A ressurreição de Lázaro Jo 11, 11 - 15.38 - 45
42) Cura dos dez leprosos Lc 17, 11 - 19
43) Os dois homens cegos de Jericó Mt 20, 29-34/Mc 10, 46-52/Lc 18, 35-43
44) A figueira sêca, amaldiçoada Mt 21, 17-20/Mc 11, 12-14.20-21
45) Os milagres realizados no templo Mt 21, 14-15
46) O milagre na prisão de Cristo Jo 18, 3 - 6
47) A cura da orelha de Malco Lc 22, 49 - 51
48) Os milagres na hora da morte de Cristo Mt 27, 45.50-54/Mc 15, 33-34.37-39/Lc 23, 44-48
49) A ressurreição de Cristo Mt 28, 1-10/Mc 16, 1-9/Lc 24, 1-8/Jo 20, 1-17
50) A segunda pesca milagrosa Jo 21, 1 - 6.10-11
51) A ascensão de Cristo ao céu Mc 16, 19/Lc 24, 50-51/At 1, 9-11
 
Comentários: Seja o(a) primeiro(a) a deixar um comentário!
Imprimir
 
 
 

DESTAQUES

Topo Direita

CADASTRAR-SE

Cadastre seu e-mail para receber atualizações do nosso site:

DESTAQUES

VÍDEO EM DESTAQUE